Mentor – Como encontrar um?

Você já fez algum trabalho voluntário?
27 de julho de 2017
O fim do relacionamento pode ser apenas o começo! Parte I
31 de julho de 2017
Mostrar todos

Mentor – Como encontrar um?

Sabemos que uma relação de mentoring pode acontecer (e acontece bastante) de maneira espontânea e não intencional. Porém, em alguns momentos da vida, precisamos tomar a iniciativa e buscar alguém com conhecimento e experiência para nos auxiliar a atingir nossos objetivos por meio de uma relação formal de mentoring. Mas como fazer isso?

Não há uma fórmula exata e única para se conseguir um mentor. O mentoring, mesmo em sua versão formal, é algo que envolve fatores bastante subjetivos. Afinal, estamos tratando de uma relação humana e, por mais que se estabeleçam regras, parâmetros e critérios de avaliação, há aspectos que não temos como controlar. Por exemplo: o interesse de alguém em se tornar mentor, a química que pode ou não existir entre mentor e mentorado, entre vários outros fatores.  

Para ajudar a esclarecer quem tem dúvidas sobre como conseguir um mentor, preparei um esquema de perguntas e respostas com as quais deparo frequentemente. Vamos a elas!

QUAL A MOTIVAÇÃO PARA BUSCAR UM MENTOR?

Tudo se inicia quando alguém (o futuro mentorado) sente-se incapaz de crescer sozinho. Em outras palavras, faltam-lhe o conhecimento e experiência para chegar aonde deseja. É dessa inquietação, dessa vontade de crescer e se desenvolver, que geralmente nasce a disposição para buscar um mentor.

Mas é importante estar ciente de que o mentor não é um salvador que chegará para resolver todos os seus problemas. O mentor é alguém que irá orientar e estimular você para que encontre os melhores caminhos.

ONDE ENCONTRAR MENTORES?

Para facilitar a abordagem e as chances de sucesso, é recomendável utilizar sua rede de relacionamentos pessoais e profissionais para identificar e acessar pessoas que tenham a expertise desejada. Verifique também nas redes próximas de seus colegas, amigos e familiares. Identifique pessoas que você admira no seu mercado, mesmo que não tenha relacionamento com elas.

Consultar organizações que já oferecem mentores publicamente e verificar se há disponibilidade de algum também é uma ótima opção.

O QUE FAZER ANTES DE ABORDAR ALGUÉM?

Sua necessidade inicial é fazer esse mentor colaborar com você. Alcançar esse objetivo, portanto, é uma conquista. Então aja com foco e determinação.

Procure antecipadamente conhecer o máximo possível sobre essa pessoa que você quer como mentor. Levante informações sobre ela em suas redes e, se for o caso, em publicações diversas.

Procure ter a maior clareza possível sobre aonde quer chegar e quais são alguns dos passos básicos para alcançar esse destino na carreira ou na vida. Mentores vão preferir mentorados que já tomaram essa iniciativa a quem chega dizendo “não sei” a cada pergunta que ele faz sobre o futuro do próprio mentorado. Não tenha medo de ser imperfeito nesse levantamento. É melhor apresentar algumas ideias, mesmo que imperfeitas, do que nenhuma.

Então prepare uma apresentação breve, com perfil pessoal, histórico profissional e os tais objetivos que deseja alcançar. O ideal é que em poucas linhas ou, no caso de contato presencial, em até 5 minutos transmita a essência do que você é, o que quer e o que pretende obter de seu mentor. Também é fundamental demonstrar admiração pelo futuro mentor e salientar o quanto ele será importante para o seu desenvolvimento.

COMO ABORDAR?

Agora, faça contato. Por exemplo: envie um e-mail com congratulações por algo importante que essa pessoa tenha feito e apresente um resumo de suas pretensões. Ou peça a um conhecido seu que apresente você ao potencial mentor. Participar de eventos em que ele esteja presente é outro caminho interessante. Aborde. Fale sobre algo de você que pode interessar a ele. Quem sabe ele não tem algo a aprender com você também. Isso facilitaria a aproximação.

Depois do primeiro contato, envie um e-mail ou mensagem de WhatsApp, com agradecimento pela atenção inicial e, dependendo do que tiver percebido naquela ocasião, proponha que ele seja seu mentor.

Como disse no início, não há uma fórmula exata para se conseguir um mentor. Mas creio que essas recomendações já podem ser uma base para a sua busca.

E então? Você já tentou encontrar um mentor? Foi bem sucedido? Se não foi, o que acha que faltou e deveria fazer desde já? Desejo sucesso para você nessa busca!

E até o próximo artigo!

Clique aqui para ler outros artigos de Paulo Erlich

Paulo Erlich
Mestre em Gestão Empresarial (FBV), com pesquisa em Mentoring. Coach, consultor, facilitador, palestrante e formador de mentores e coach pessoal e executivo. É fundador e diretor da Erlich uma consultoria com foco no desenvolvimento de pessoas e organizações.

“Aqui vou falar sobre o verdadeiro significado do Mentoring e o valor desse recurso de desenvolvimento humano. Pretendo trazer reflexões para incentivar as pessoas a estabelecer relacionamentos harmônicos e produtivos, nos mais diversos contextos pessoais e profissionais.”

Saiba mais sobre Paulo

Paulo Erlich
Paulo Erlich
Mestre em Gestão Empresarial (FBV), com pesquisa em Mentoring. Coach, consultor, facilitador, palestrante e formador de mentores e coach pessoal e executivo. É fundador e diretor da Erlich uma consultoria com foco no desenvolvimento de pessoas e organizações. “Aqui vou falar sobre o verdadeiro significado do Mentoring e o valor desse recurso de desenvolvimento humano. Pretendo trazer reflexões para incentivar as pessoas a estabelecer relacionamentos harmônicos e produtivos, nos mais diversos contextos pessoais e profissionais.” Saiba mais sobre Paulo