O papel dos pais na escolha profissional de seus filhos

O fim do relacionamento pode ser apenas o começo! Parte I
31 de julho de 2017
Liderança ou protagonismo, eis a questão…
2 de agosto de 2017
Mostrar todos

O papel dos pais na escolha profissional de seus filhos

Quando o assunto era escolha profissional, a preferência dos jovens era a tríade Medicina, Direito e Engenharia, além de outros cursos que de certa forma traziam um certo STATUS para o jovem. O ofício, geralmente, era passado de pai para filho.

Para entender qual o seu papel na escolha profissional do seu filho ouça o Podcast ou leia a transcrição abaixo.

/

Os tempos mudaram significativamente. A modernidade reconfigurou a ideia de trabalho e com o advento e avanço da Tecnologia a compreensão e a visão de Sucesso Profissional ganharam um novo enfoque. Nesse novo contexto, os jovens puderam tomar conhecimento de outras áreas para iniciar suas carreiras. Atualmente, falamos de profissionais multiformados.

Muitos fatores influenciam
na escolha profissional:

reconhecimento de talentos, valores, crenças, situação econômica, a sua rede de influências (família, amigos, escola, mídia, entre outros). Nesse contexto, a família emerge como a maior facilitadora ou mesmo dificultadora no momento da definição das escolhas. Quanto mais abertura para o diálogo no ambiente familiar, mais o jovem se sente seguro na sua tomada de decisão. Quanto mais rigor e ausência de diálogo, mais frágil e temeroso o jovem se sentirá para fazer uma escolha assertiva.

O educador francês, Jean Piaget, defende a ideia de que é na convivência diária com os pais que construímos nossos valores, princípios e preferências. Sendo assim, a rede de influências pode determinar as escolhas futuras da Juventude. Por isso, muitos jovens preferem seguir o caminho dos pais para permanecerem na sua Zona de conforto.

O papel dos pais é, sem dúvida, de fundamental importância no momento das escolhas no sentido de buscarem profissionais da área, como os coaches e orientadores que possam atuar com imparcialidade na orientação de seus filhos. Esses profissionais atuam com os jovens a partir de um processo de autoconhecimento, reconhecimento de talentos, compreensão do sistema de influências, valores, crenças, pesquisa de grade curricular e análise dos cursos oferecidos pelas universidades. Esse trabalho visa buscar e encontrar os cursos de afinidade que venham a se conectar, de fato, com a essência dos jovens.

Nesse sentido, os pais podem e devem participar das escolhas de seus filhos sem imposições, permitindo que eles se sintam seguros e abençoados na profissão que irão seguir. Neste momento da escolha, o jovem se sente mobilizado na construção de seu projeto de vida. E isto faz toda a diferença!  Confirma nossa ideia, a máxima de Kalil Gibram:

“Vossos filhos não são vossos filhos. 
São os filhos e as filhas da ânsia da vida por si mesma. 
Vêm através de vós, mas não de vós. 
E embora vivam convosco, não vos pertencem. 
Podeis outorgar-lhes vosso amor, mas não vossos pensamentos, 
Porque eles têm seus próprios pensamentos.” 

Clique aqui para ver os outros artigos de Maria Antônia

Maria Antônia de Oliveira
Master Coach de Desenvolvimento Humano, Carreira, Vestibular e Orientação Profissional. É fundadora e diretora do Centro de Orientação Profissional & Coaching Maria Antônia– COPMA.

“Vamos abordar temas que ampliem a visão e o entendimento das pessoas sobre como uma escolha profissional assertiva está conectada com seu propósito de vida, seus valores, talentos e habilidades e o quanto isto pode impactar na sua felicidade pessoal e realização profissional.”

Saiba mais sobre Maria Antônia

Maria Antônia de Oliveira
Maria Antônia de Oliveira
Master Coach de Desenvolvimento Humano, Carreira, Vestibular e Orientação Profissional. É fundadora e diretora do Centro de Orientação Profissional & Coaching Maria Antônia– COPMA. “Vamos abordar temas que ampliem a visão e o entendimento das pessoas sobre como uma escolha profissional assertiva está conectada com seu propósito de vida, seus valores, talentos e habilidades e o quanto isto pode impactar na sua felicidade pessoal e realização profissional.” Saiba mais sobre Maria Antônia
//]]>