Meditação para fazer amizade com as emoções

Flores, criativo
Para você que pensa que não é criativo
17 de agosto de 2017
Constelação Familiar, mosaico
Constelação Familiar – um programa que leva você a um novo estilo de vida.
21 de agosto de 2017
Mostrar todos

Meditação para fazer amizade com as emoções

Emoções, meditação

As emoções são nossa grande fonte de experiências na vida. Como já demonstrado pelo nosso querido Dr. Spock, em Jornada nas Estrelas,  sem as emoções a vida parece ter bem menos graça para os seres humanos. A questão é que temos apego às boas experiências, que nos fazem sentir boas emoções e sentimentos, e desprezamos as ruins, que são nossa fonte de crescimento e evolução. São o nosso termômetro de que algo está errado e nós simplesmente as ignoramos.

Desta forma, estas emoções como medo, tristeza, raiva, desprezo, vão se acumulando no nosso corpo, deixando-o doente. Então, a melhor forma de prevenir que isso aconteça é “ficando de bem” com todo o nosso espectro de emoções, da felicidade a tristeza, encontrando um lugar de paz.

Para fazer esta meditação é preciso estar com o coração e a mente aberta para a experiência das sensações nem tão agradáveis, primeiro com um olhar aberto e sem julgamento e, depois, curioso e apreciativo. Preparados?!

Postura

Esta meditação pode ser feita sentada ou deitada. Sentada em almofada de pernas cruzadas ou em cadeira, com os pés bem apoiados no chão. Mãos repousadas sobre as coxas. Lembre-se de estar numa posição estável e relaxada. Apenas atenção com a coluna ereta. Mantenha os olhos semi-cerrados ou fechados.

Estabilização da mente

Comece colocando atenção na sua respiração. Faça 3 respirações profundas, inspirando pelo nariz e expirando pela boca. Retome a sua respiração regular pelo nariz. Coloque atenção no movimento das narinas, na temperatura do ar que entra e que sai, ou sinta este passando por um ponto entre as sobrancelhas. Pode ainda colocar a mão na barriga e acompanhar o movimento do ar que entra e sai através desta região. Lembre-se de não resistir a pensamentos, reações físicas ou emoções. Apenas observe, sem julgar e retome a atenção para a respiração. Faça esta prática por pelo menos 5 min ou conte 30 respirações,  tornando-se cada vez mais consciente da sua respiração, deixando-as cada vez mais longas e profundas, mas sem forçar.

Meditação, Incenso

Prática

1 – Com a sua mente mais relaxada e presente, recorde uma ocasião que lhe tenha gerado alguma emoção como a tristeza ou o medo. Ao trazer de volta a situação a mente, o seu corpo deverá reagir  fisicamente. Observe em que parte do seu corpo esta reação física ocorre. Pode ser no coração, nos ombros, na lombar ou até na ponta do dedão do pé.

 2 – Coloque atenção neste local com acolhimento, sem repressão ou julgamento. Um olhar de aceitação, de generosidade aceitando plenamente esta emoção como se fosse uma velha amiga. Sente-se do lado desta amiga, apenas esteja lá, receptivo, enquanto respira calma e naturalmente.

3 – Talvez ela se sinta protegida, acolhida e comece a lhe contar o que está doendo. Você apenas continua atenta e observando, sem julgar. Perceba se a emoção começa a se dissolver, apenas com a sua demonstração de empatia, de carinho. Ela precisava apenas da sua atenção para que você ouvisse as suas próprias necessidades não atendidas.

4 –  Agora, faça uma respiração profunda, visualizando um ponto de luz branca surgindo nesta região. Este ponto de luz começa a se expandir suavemente por todo local e, lentamente, vai tomando todo o seu corpo, trazendo uma profunda sensação de bem-estar.

5 – Inspire profundamente e ao expirar pela boca, intencione estar colocando as energias negativas para fora. Repita mais 2 vezes. Retome a sua respiração regular.

6 – Conforme vai se sentindo melhor, expanda esta boa energia para o ambiente a sua volta. Deseje que todos possam desfrutar desta paz. Aos poucos, quando se sentir preparado, pode abrir os olhos suavemente e retomar lentamente os seus movimentos.

Esta meditação pode ser feita com uma lembrança de uma situação guardada, que tenha lhe causado qualquer tipo de desconforto emocional. Às vezes em alguns casos, nem entendemos direito o que sentimos. Com esta meditação, este esclarecimento também deve surgir e você poderá fazer amizade com esta emoção de forma mais consciente.

Ana Cristina Koda
Após mais de 20 anos no caminho do autoconhecimento e da espiritualidade, Ana Cristina resolveu compartilhar suas visões e experiências pessoais, frutos das práticas de meditação, através de seus artigos.
Criadora do site Vamos Meditar, ela também dá aulas particulares de meditação e atende com terapias integrativas para quem quer seguir o caminho do autoconhecimento e da espiritualidade.

“Em essência, eu sou uma humana em evolução. Um ser interestelar voltando para casa. Assistente da vida para a criação de um novo mundo, aqui e agora. Acompanha e auxilia pessoas no mesmo caminho. Meu lema é: “Conheça-te a ti mesmo e conhecerás o universo e os Deuses.” (Oráculo de Delfos)

Saiba mais sobre Ana Cristina

Ana Cristina Koda
Ana Cristina Koda
Após mais de 20 anos no caminho do autoconhecimento e da espiritualidade, Ana Cristina resolveu compartilhar suas visões e experiências pessoais, frutos das práticas de meditação, através de seus artigos. Criadora do site Vamos Meditar, ela também dá aulas particulares de meditação e atende com terapias integrativas para quem quer seguir o caminho do autoconhecimento e da espiritualidade. “Em essência, eu sou uma humana em evolução. Um ser interestelar voltando para casa. Assistente da vida para a criação de um novo mundo, aqui e agora. Acompanha e auxilia pessoas no mesmo caminho. Meu lema é: “Conheça-te a ti mesmo e conhecerás o universo e os Deuses.” (Oráculo de Delfos) Saiba mais sobre Ana Cristina
//]]>