Você já realizou a grande obra da sua vida?

Vida, dúvida
Afinal, o que faz a vida valer a pena?
12 de setembro de 2017
mãos, amigo
O que uma mulher pode aprender tendo um homem como amigo?
14 de setembro de 2017
Mostrar todos

Você já realizou a grande obra da sua vida?

blocos, madeira

Em 1995 eu tinha 24 para 25 anos e fui, toda jovem e durona, assistir ao “dramalhão” MARAVILHOSO, que me fez chorar copiosamente do começo ao fim: As Pontes de Madison. Nunca me esqueci da fala de Clint Eastwood: ”Tenho a impressão de que tudo que fiz até hoje foi para chegar até você*1”.

Não é difícil adivinhar a situação: eles se amam e Robert entende que toda a sua vida o levou para um dia encontrar e amar essa mulher. Na hora eu não compreendia bem todo o significado disso, mas imediatamente reconheci que havia ali uma verdade maior do que o contexto no qual ela se apresentava.

Já houve um momento na vida em que repentinamente você teve a percepção de que tudo fez sentido; de que acontecimentos aparentemente desconexos passaram a ter uma conexão que o fez chegar naquele momento e naquele lugar para passar pelo que estava passando ou para fazer o que estava fazendo? Como ilustração cito o curso de caligrafia que Steve Jobs fez quando era jovem e que, muitos anos mais tarde, foi fundamental para a criação das fontes do Macintosh*2.

Geralmente é um lapso de tempo, mas significa toda uma existência e, dependendo da atenção que damos a este momento, ele pode ir perdendo aos poucos sua força até nos esquecermos dele ou pode se tornar a mola propulsora para muitas e novas buscas e realizações.

“uma certeza de que há algo a ser alcançado”

madeira, grande obra

Pois bem, foi assim que essa fala ressoou em mim desde então, como uma certeza de que há algo a ser alcançado, realizado. Algo que dará sentido a toda a minha trajetória, não que eu a considerasse sem sentido naquela época, só que eu ainda não compreendia seu rumo e significado.

A primeira vez que eu vivi isto foi quando eu entendi que um relacionamento que me levou a morar por um tempo em outra cidade foi o que me fez encontrar a Antroposofia, divisora de águas na minha biografia, pois, a partir de então, meus questionamentos, minhas buscas, meu olhar para mim mesma e para o mundo e minhas formas de me relacionar foram se transformando e passaram a ter uma direção e uma base. Esta compreensão veio muitos anos depois, mas neste momento eu senti gratidão por este homem que entrou no meu destino para me ajudar a encontrar meu caminho e entendi que cumprimos o que tínhamos para fazer juntos. Muito obrigada!

“tudo o que me tornei, pessoal e
profissionalmente, converge para a
realização da grande obra da minha vida”

Agora estou vivendo novamente um momento assim, tenho a certeza de que tudo o que vivi, busquei e aprendi, tudo o que me tornei, pessoal e profissionalmente, converge para a realização da grande obra da minha vida: a Formação em Economia Viva.

É uma percepção difícil de explicar porque é uma clareza acompanhada de um entusiasmo e uma força para seguir, a certeza de que é por isto que estou neste planeta, neste momento; quando penso em porque estudei tudo o que estudei, todas as formações que fiz, tudo em que trabalhei, a arte, a biologia, o direito, a psicologia, a Antroposofia, todos os lugares e pessoas que conheci, sei, indubitavelmente, que tudo o que fiz foi para criar esta Formação, tudo o que EU SOU converge para esta realização e este é o propósito da minha vida, esta é a minha grande obra. Não que ela seja a única ou a última, mas é o motivo de eu estar aqui neste mundo; antes dela tudo foi aprendizado, além dela tudo será bônus.

E o que é a Formação em Economia Viva?

É uma formação que uniu 3 pessoas com diferentes e complementares backgrounds e que se reconhecem realizando juntos suas grandes obras de vida: eu, Alexandra, com o encontro entre a arte e a ciência proporcionando a ampliação da percepção do mundo e de si próprio e sua conexão livre e responsável; Rodrigo Ventre com a compreensão da vida financeira e da tríade social de Rudolf Steiner na experiência com processos individuais e organizacionais, promovendo relações fraternas baseadas no “ganha-ganha” na economia e; Luciana Pinheiro Ventre com a conexão entre estética e ética, proporcionando encontros interpessoais que percebem e reverenciam a essência individual e incentivam a expressão desta nas ações e relações humanas.

É uma formação que se fundamenta na certeza de que cada um tem uma grande obra a realizar, e quer promover os meios para a tomada de consciência individual disto e sua concretização.

E que tem como princípio também a certeza de que o encontro é sanador e transformador e de que a economia é o palco onde os encontros podem ser mensurados e analisados objetivamente, proporcionando a percepção das necessidades e possibilidades de todos, de forma a transformarmos relações competitivas de ganha/perde em relações cooperativas onde todos os envolvidos e a sociedade ganham.

E você, já realizou a grande obra da sua vida?

Se você se interessou em saber mais informações sobre a Formação em Economia Viva é só acessar o site www.economiaviva.com ou seguir pelo Instagram


Clique aqui para ler outros textos de Alexandra Mettrau

comentários


*1 – A fala completa de Robert Kincaid, interpretado por Clint Eastwood, para Francesca, personagem de Maryl Strep é: ”É por isso que estou neste planeta, neste momento, Francesca. Não é para viajar nem para tirar fotografias, mas para te amar. Agora sei. Quando penso em por que fotografo, a única razão que me vem à mente é que passei minha vida tentando chegar aqui. Tenho a impressão de que tudo que fiz até hoje foi para chegar até você”. Desta vez o crédito vai para o Google e o débito para minha memória…

*2 – Fonte: Faça como Steve Jobs. Carmine Gallo. São Paulo. Lua de Papel. 2010, p. 216

Alexandra Mettrau Guedes
Aconselhadora Biográfica, Psicóloga, Artista Plástica, Formadora de Adultos e Consultora em desenvolvimento humano fundamentada pela Pedagogia Social Antroposófica.

“Precisamos evoluir em direção a uma vida com significado e a fazer da nossa própria biografia uma obra de arte que seja a expressão desta autoconsciência responsável”

Saiba mais sobre Alexandra

Alexandra Mettrau Guedes
Alexandra Mettrau Guedes
Aconselhadora Biográfica, Psicóloga, Artista Plástica, Formadora de Adultos e Consultora em desenvolvimento humano fundamentada pela Pedagogia Social Antroposófica. “Precisamos evoluir em direção a uma vida com significado e a fazer da nossa própria biografia uma obra de arte que seja a expressão desta autoconsciência responsável” Saiba mais sobre Alexandra
  • Marisú Ramírez

    Tu pregunta es para “detenerse”. Creo que estoy “tejiendo”una integración en donde la trama se ve del revés aún. ..difícil ver los nudos y la desprolijidad aparente…pero confiada que se verá la Obra.Estoy en eso.
    Gracias Alexandra!!

    • Alexandra Mettrau Guedes

      Si, Marisú, es para detenerse y el primeiro paso es la mirada en busca de conocerse. Aí ya estas vos. Sigamos!

  • Heloisa Oliveira

    Muito legais as colocações, realmente inspiradora e nos fazer rever nossa vida mais atentamente…

    • Alexandra Mettrau Guedes

      Obrigada Heloísa, nossa profissão nos inspira 😉

  • Lucilia Branco

    Essa conjunção entre arte, ciência, ética, economia proporcionando a ampliação da percepção de mundo e de si próprio, numa visão moderna, nos leva a ficar no mínimo curiosos mas sobretudo pensar na evolução

    • Alexandra Mettrau Guedes

      Sim Lucília, provocar a curiosidade já me deixa feliz porque os curiosos buscam, a curiosidade nos leva ao interesse e nos move, mas, além disso, poder contribuir para que cada um pense na própria evolução conectada com a evolução da humanidade e do mundo, é uma meta nestas minhas reflexões e nesta formação. Obrigada pela contribuição!

  • Maria Mello

    Mentalizar , elaborar , construir a grande obra de sua vida é sem duvida grandioso ! E o que dizer desta obra que ajudara as pessoas a se equilibrarem, se conhecerem , se melhorarem …… Num mundo tao egoista , egocentrico, competitivo que nao leva em conta o mal que fazemos com nosso corpo – mente _ emoção!!! Querida Alexandra ! Va em frente com força total !!!!! Bela obra!!!!

    • Alexandra Mettrau Guedes

      Obrigada Maria! Cada obra de cada individualidade é sempre grandiosa! Ainda mais se colocamos consciência neste mentalizar, elaborar, construir, de forma a evoluirmos e colaborarmos com a evolução do mundo comprometida e responsavelmente!

  • Ludimilla Cavalheiro

    Alexandra, a medida que vou tomando conhecimento da sua sabedoria em diferentes saberes e vivenciando os ganhos emocionais oriundos do trabalho que vc desenvolve comigo, sinto crescer minha gratidão por estar com uma profissional tão admirável e qualificada como vc. Obrigada por me apresentar mais um tema interessante a “economia viva” e por contribuir efetivamente no meu crescimento emocional.

    • Alexandra Mettrau Guedes

      Obrigada Camila! Nós só podemos contribuir na medida em que cada cliente quer e se empenha no próprio desenvolvimento.
      🙏🙂

//]]>